Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Notícias > ITI na Mídia > Precisamos rever nossos cuidados em relação à proteção digital
Início do conteúdo da página

Precisamos rever nossos cuidados em relação à proteção digital

Publicado: Sexta, 02 de Agosto de 2019, 17h22 | Última atualização em Sexta, 02 de Agosto de 2019, 17h23 | Acessos: 6

ITI é reconhecido pela atuação no combate a crimes digitais no texto do empresário Daniel Afonso para o jornal Zero Hora.

 

Hoje nossas vidas estão intimamente ligadas à tecnologia da informação, seja através do computador, do celular e sistemas de dados digitais. Contudo, existe uma preocupação com relação a essa interação e supostas consequências na falta de proteção dos dados que trocamos por meio da internet.

Assim, encontramo-nos em um momento que precisamos rever nossos cuidados em relação à proteção digital. Principalmente, quando pessoas, instituições privadas e públicas sofrem com o vazamento de dados sigilosos por meio de ataques de crackers, por diferentes métodos, tendo acesso às informações pessoais, assim como roubos ou cedência indevida de logins e senhas utilizados em sistemas diversos.

Um dos últimos exemplos temos a utilização do Sistema de Consultas Integradas (SCI), o banco de dados mais importante dos órgãos de segurança pública do Estado do Rio Grande do Sul, por um criminoso preso no Presídio Central, o que vem causando danos ao sigilo da informação de inúmeras gaúchos.

O Instituto Nacional de Tecnologia da Informação, criado para ajudar no combate a crimes digitais, com leis e sistemas que ajudam na proteção de dados, implantou a certificação digital, um dos processos regidos pela instituição, com foco de trazer aos sistemas um acesso mais sofisticado e seguro.

Por meio do certificado digital é possível dizer quem está logado no sistema. Isso se dá pelo fato de a emissão de certificado digital garantir essa proteção. Nela, as informações da pessoa física ou jurídica são cadastradas e criptografadas diretamente dentro do dispositivo, diferente do login e senha padrões, que passam pelo preenchimento de um formulário online e trafegam pela rede até chegar ao sistema, facilitando o uso indevido.

Nesse contexto, o tratamento destinado a esses dados bem como sua proteção, tem sido foco e desafio na sociedade, ganhando destaque na medida em que o aumento da circulação dessas informações faz com que se amplie também a necessidade de proteção dos dados.

Fonte: https://gauchazh.clicrbs.com.br/opiniao/noticia/2019/08/precisamos-rever-nossos-cuidados-em-relacao-a-protecao-digital-cjyt5wq4e00v601ms8f2ybia7.html

registrado em: ,
Fim do conteúdo da página